terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

CARREIRA - BACHAREL OU TECNÓLOGO ?

Boa noite galera,


As vezes ficamos em dúvida em fazer um curso de 2 ou 4 anos. Bacharel = 4 anos e Tecnólogo = 2 anos, agora sabia quais as principais diferenças entre eles. 
Lembre-se estas informações podem ser primordiais para seu futuro !


FONTE : CLICKCARREIRA




Já parou pra pensar que você pode não ter gostado muito daquela faculdade que fez mais pelo tipo de curso que escolheu do que pela área de formação? Na hora de decidir que caminho seguir, possivelmente você nem tenha considerado que existem três tipos de graduação: curso de bacharelado, licenciatura e curso tecnológico. Cada um tem um tipo de conteúdo e um tempo de duração. “Antes de decidir, a pessoa precisa imaginar como gostaria de estar no mercado de trabalho depois de formado. Essa decisão que faz toda diferença na carreira profissional”, afirma Ângelo Luiz Cortelazzo, coordenador de Ensino Superior de Graduação (Cesu) do Centro Paula Souza, que administra as Fatecs e Etecs.



Quem quer ser bacharel
O bacharelado dura de quatro a seis anos e oferece ao profissional um conhecimento amplo dos diversos segmentos que ele pode seguir em determinada área de atuação. “Como o bacharelado abrange áreas paralelas, o universitário pode fazer a escolha de carreira durante o curso”, diz Cortelazzo. Por exemplo, quem faz um curso de Jornalismo, pode optar pelos segmentos de Comunicação Empresarial, Fotojornalismo ou Comunicação Digital.

Como tem uma formação mais generalista, o bacharel encontra mais possibilidades no mercado de trabalho. “Geralmente, as oportunidades exigem uma visão mais ampla e com isso há mais vagas para esse tipo de graduado”, afirma Fabiana Nakazone, gerente da DM Especialistas.



Direto no alvo
Você tem certeza absoluta da área em que deseja atuar? Então, o curso tecnológico é uma boa opção. Esse tipo de graduação dura cerca de dois a três anos e tem conteúdo bem especifico para cada área de estudo.


A graduação tecnológica está em crescimento principalmente porque ajuda a suprir a demanda do mercado de trabalho. “Quando abre uma fabrica em uma cidade e não há mão de obra para trabalhar nela, geralmente as instituições de ensino abrem cursos tecnológicos para formar profissionais para ingressar o mais breve possível na organização”, afirma Cortelazzo.




O mercado de trabalho para os tecnólogos oferece boas oportunidades, mas geralmente para desempenhar cargos mais técnicos. “Quando a empresa quer preencher uma vaga que exige conhecimentos mais específicos, ela busca um profissional que tenha feito o curso tecnológico”, afirma Fabiana Nakazone, gerente da DM Especialistas.


Apesar da formação não ser a mesma, o processo seletivo de bacharéis e tecnólogos não apresenta tantas diferenças. “Basicamente são as mesmas etapas, a única diferença é que na seleção de tecnólogos há mais avaliações técnicas”, conclui Fabiana.




De acordo com o MEC, existem 102 tipos de cursos tecnológicos, divididos em treze eixos de conhecimento. Veja alguns exemplos: Análises Clínicas, Alimentação Escolar, Manutenção Automotiva, Serviços Públicos, Comunicações Aeronáuticas, Hidrologia, Design de Jóias, Agroecologia e outros.


Veja a lista completa de cursos reconhecidos pelo MEC, aqui.




Técnico não é tecnólogo
Muitas pessoas confundem os cursos tecnológicos com os técnicos. Existe uma grande diferença entre os dois: enquanto o primeiro é um curso de formação superior, o segundo garante apenas certificado equivalente ao de Ensino Médio. O objetivo do curso técnico é capacitar o aluno para o setor produtivo por meio de conhecimentos teóricos e práticos.




Visão pedagógica
Há também uma opção para quem deseja fazer a graduação com uma visão mais pedagógica, o curso de licenciatura, que habilita o profissional para trabalhar como professor do primeiro, segundo e terceiro graus. O curso tem duração média de 3 a 4 anos. Há cursos que habilitam o profissional para atuar apenas na área educacional, como por exemplo, a licenciatura em Ciências Biológicas. Existem também cursos que habilitam o profissional tanto como bacharel como licenciado. Exemplo: um curso de Educação Física com duração de quatro anos, que dispõe de três anos de bacharelado e um de licenciatura. Há cursos em diversas áreas que oferecem a formação nas duas modalidades, como os de Letras e Biologia.

Nenhum comentário: